Poderia ser Januzaj. Mas dificilmente será

Januzaj

Quem chega e quem sai são dois dos assuntos mais comentados a cada final de temporada e não é muito segredo que José Mourinho quer um winger. A Gazzetta dello Sport publicou que o clube tem um acordo salarial com Ivan Perisic e falta acertar o preço com a Internazionale.

Mas não vou comentar especulações. São tantas que não faria outra coisa. Quando acontecer, a gente vê…

Este winger poderia ser Adnan Januzaj. Mas não será. E só há um culpado para isso:

Adnan Januzaj.

De um dos poucos pontos positivos dos dez meses de David Moyes, ele passou a não ser sequer cogitado como um dos jogadores que podem ser aproveitados por Mourinho. E estamos em uma fase do United em que os jovem recebem chances. Januzaj tem apenas 22 anos.

O que aconteceu com o garoto que apareceu do nada, dando a vitória para a equipe contra o Sunderland com dois gols e aparecia como “the next big thing” em Old Trafford? Só ele pode responder. Mas em 2014, já era possível ter uma boa ideia.

Januzaj foi um reserva não utilizado na estreia da Bélgica (seleção que ele só aceitou atuar porque recebeu a promessa de que seria convocado). Em uma equipe em que estavam Kompany, Fellaini, Courtois, Lukaku, Hazard, Witsel, todos os jogadores pararam para falar com a imprensa na zona mista após a estreia na Copa do Mundo, contra a Argélia. Todos, menos um: Zanuzaj.

Não são de hoje os relatos de que o meia teve o mesmo problema de Federico Macheda ao subir para o profissional. Complexo de grandeza. Doença de vários garotos que chegam ao time profissional. Foi identificado por Roy Keane em uma de suas duas biografias. Ao subirem para o elenco principal, eles já recebem bons salários, dirigem carros caros. Acham que já chegaram lá. Não chegaram.

É bom lembrar que Januzaj recebeu chances com Van Gaal. Fez o gol da vitória do United na segunda rodada da Premier League 2014-2015, contra o Aston Villa. Depois disso, foi morro abaixo. Um dos principais problemas é que, cada vez que pegava na bola, Adnan não queria simplesmente fazer uma boa jogada. Pensava em resolver a partida. Chutar de ângulos impossíveis. Passar por três marcadores de  uma vez.

O empréstimo para o Borussia Dortmund foi um fracasso, embora parecesse uma boa ideia no início. Ele foi para um clube forte. Poderia aparecer. Praticamente não jogou. Mourinho o mandou ao Sunderland para que ganhasse rodagem e não ficasse no banco. Foi titular de David Moyes em várias partidas, atuaou bem em algumas, mas se esperava chamar a atenção para voltar a Old Trafford, fez muito pouco.

A melhor história de Januzaj ainda é quando apareceu como promessa, após os gols diante do Sunderland. Arrumou uma Maria Chuteira e marcou um encontro com ela. Disse que a levaria para jantar em Manchester. Ela logo imaginou um restaurante caro, aquela noite inesquecível. Adnan apareceu para buscá-la com calça de moletom. Levou-a para comer no Nando’s, uma cadeia portuguesa de restaurantes do Reino Unido especializada em frangos. O prato custa cerca de 15 libras (uns R$ 70 em valores atuais),

Os boatos são que ele vai para a Real Sociedad. Talvez em definitivo. Com o United em reconstrução e voltando à Champions League na próxima temporada. é pouco provável que Mourinho tenha tempo para alguém que imagina jogar muito, mas não consegue mostrar isso em campo. Januzaj ainda tem tempo para recuperar a carreira, mas parece pouco provável que isso vá acontecer no Manchester United.

 

CURTA AQUI NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

SIGA-NOS NO TWITTER

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s