A questão Martial e a paciência de Mourinho

martial

 

Perguntado após o empate com o Stoke sobre Martial, que sequer foi relacionado para o banco de reservas, Mourinho foi curto e grosso.

“Ele não foi selecionado”.

Torço para estar errado, mas a relação Martial-Mourinho é um acidente esperando por acontecer. A segunda temporada do francês em Old Trafford não é boa, o que é normal. Mas as informações que seu agente e apaniguados vazam para a imprensa, não são.

A começar pela infantilidade de reclamar ter perdido a camisa 9 para Ibrahimovic. Depois as histórias de que pode ser emprestado. Que o Valencia e o Lyon estão interessados. Que Mourinho não lhe dá oportunidades na sua posição preferida, pelo meio do ataque.

Com Louis Van Gaal, Martial teve uma sequência de 19 partidas como titular. Nesta temporada, o máximo que conseguiu foi três.

O problema não é a oscilação técnica. Outra coisa que seria normal para um atacante de 21 anos. O que parece desgastar o treinador são as questões fora de campo. O português tem de se preocupar em melhorar o aproveitamento ofensivo da equipe, em conversar com os reforços que tem em mente para a próxima temporada, em entrar na zona de classificação para a Champions League.

Martial não deveria ser uma questão tão importante.

É verdade que ele passa por problemas fora de campo. Separou-se da namorada com a qual tem um filho. Sim, o dinheiro é excelente, mas os jogadores não moram em Manchester. Geralmente, residem nos subúrbios, onde estão as mansões. Altrincham, Cheshire, esses lugares… São regiões afastadas e calmas demais. Claro, a escolha da residência foi dele, mas vocês sabem como jogadores de futebol são.

Ele teve bons momentos na atual temporada. O gol contra o Stoke, em Old Trafford. Outro diante do Middlesbrough, que iniciou a virada. Dois no West Ham, pela Copa da Liga… Mas atuando aberto pela esquerda, não tem forçado Mourinho a escalá-lo com boas atuações. Embora seja atacante, atua como winger, uma função que o próprio treinador reconheceu ter opções demais.

“Eu não posso lhe dar seis, sete jogos em sequência porque há outros jogadores esperando por uma chance”, disse José.

Nas entrelinhas, está dito que não se satisfez com o que viu do francês em campo até agora. Da mesma forma que deixou claro que Martial deve prestar menos atenção no seu empresário.

“Ele precisa escutar o que o técnico dele diz”, disse, após a vitória sobre o Boro, quando Martial fez um gol.

Não há no horizonte qualquer possibilidade de negociá-lo. Mourinho não seria louco de fazê-lo. Mesmo que por empréstimo. Mas o francês precisa perceber que a concorrência em Old Trafford aumentou. E ele tem de se adaptar aos novos tempos.

 

CLIQUE AQUI PARA CURTIR NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

SIGA-NOS NO TWITTER: @BR_RedDevils

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s