Ainda a confusão por Herrera

Ander Herrera recebeu garantias do Manchester United de que a intenção de contratá-lo continua viva. E que o clube deve tentar novamente na reabertura da janela de transferências, em janeiro. Mas, de acordo com a imprensa espanhola, o jogador ficou magoado com a situação e acredita ter sido usado como chantagem com o Everton na negociação por Fellaini.

Hoje, está claro que foi o United que desistiu da negociação por acreditar que as taxas envolvidas na transação poderiam ser altas demais. O clube aceitou pagar 36 milhões de euros para ativar a cláusula rescisória. Mas acreditou ter um mês para fazer o pagamento. Pela legislação esportiva do país, o time vendedor tem o direito de exigir o depósito à vista do valor da transação. Só que o imposto, nesses casos, pode ser de 20% ou mais. E a equipe inglesa disse não estar pronta para aceitar essas condições.

O Mirror descobriu que os três “impostores” que foram à sede da Liga Espanhola para fazer negócio, não eram impostores coisa nenhuma. Guillermo Gutierrez, Alvaro Reig e Rodrigo Garcia são advogados de escritório de Bilbao e estavam intermediando o negócio. Só que o United desistiu.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s