Match report: Besiktas 0-1 Manchester United (UCL, 15/9/2009, Istambul)

Sir Alex deu uma amostra do que pretende fazer em jogos fora de casa na Champions League. No meu tempo, era 4-5-1, mas hoje em dia é chamado de 4-4-1-1. Seja lá o que isso significa.

Eu não gosto. Uma coisa era quando Cristiano Ronaldo estava no elenco. Um jogador que podia jogar como winger nos dois lados e que tinha o oportunismo de centroavante. Outra é fazer isso com Nani. Ou Valencia. O português tenta imitar Ronaldo nas jogadas e cobranças de falta. É louvável, mas ainda está longe de conseguir.

Mas não vamos ser injustos. Nani foi bem em Istambul. Não se pode negar que o garoto tem personalidade e finaliza bem. Valencia não foi ruim, mas inconstante. Alternou boas jogadas com erros bobos. Mas uma coisa é bom citar. Sua função claramente é buscar a linha de fundo e tentar os cruzamentos. E ele vem sistematicamente ganhando da marcação. Falta só calibrar um pouco mais o pé.

Jogar na Turquia sempre foi dureza. Em qualquer situação. O mais marcante, foi claro, o 0 a 0 que eliminou o United em 1993. Welcome to hell, Cantona querendo sair do vestiário para brigar com a polícia turca… those were the days.

Alan Green chamou Scholes de bad boy pelo carrinho que deu contra os Spurs, sábado passado. Bobagem. Ele realmente não sabe dar tackles e isso é histórico. Mas bad boy significa maldade. E a únida que ele teve nesta semana foi acertar o ângulo na cabeçada após chute de Nani. Ali era game over, mas Michael Owen bem que poderia ter acertado o gol no belo passe de Berbatov.

Que aliás, vem sendo esquecido. Entrou bem em campo ontem e já havia tido uma grande partida diante dos Spurs.

Sinceramente, não entendi a reação de Rooney e só ele pode explicar. Claramente Ferguson o preservou para o jogo de domingo. É algo que só ele pode explicar.

Não foi uma atuação de gala, um pouco por culpa do esquema. Quantas vezes Rooney recebeu no ataque e não tinha com quem tabelar pelo meio? Quando o time passou a ter Owen e Berbatov na frente, as jogadas saíram com mais facilidade.

Bem, mas no final de tudo, o que interessa é começar bem a Champions League. E isso o Manchester United fez. Game on…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s