Match report: Manchester United 1-0 Birmingham (EPL, 16/8/2009, Old Trafford)

Onde paramos na temporada passada mesmo?

Ah, sim…. com o Arsenal ganhando o Troféu Imprensa, o Manchester United faturando os pontos que importam e o Li******l amarelando.

Welcome to a new season!

Vamos primeiro dar as más notícias. Rio fora duas semanas. Vidic não joga quarta-feira, assim como Gary. Evans sentiu lesão e é dúvida. Problema para montar a zaga para pegar o Burnley.

Diante de tantos problemas, fiquei até surpreso em ver Nani na escalação. Para mim, é sinal que Sir Alex vê no português uma peça importante para a temporada. Mas alguém sabe o que aconteceu com Carrick? Nem no banco e não achei nenhuma notícia sobre ele.

Historicamente (pelo menos nos últimos 15 anos), o United é um low starter. Isso já virou até tradição. Fim do jejum de títulos em 1992/1993, estreia contra o Sheffield United e derrota por 2 a 1. Treble season, estreia contra o Leicester: 2 a 2 (isso porque Beckham empatou de falta aos 49 do 2º tempo). 2007/2008, ano de títulos de Champions League e Premier League? 0 a 0 com o Reading. Temporada passada? 1 a 1 com o Newcastle.

Então, até que todo mundo esteja à disposição, o que interessa é ir somando pontos. E o que importa realmente começou neste domingo. Antes disso… Community Shield, amistosos, Audi Cup é tudo perfumaria.

Enquanto Nani esteve em campo, trocou constantemente de posição com Valencia no que parece que vai ser o route one do United na temporada: jogada com os wingers e cruzamentos na área. Foi assim que saiu o gol de Rooney e poderiam ter acontecido outros.

Não foi uma partida memorável do United porque estamos falando da primeira rodada… low starters, lembram?

Mesmo assim, o jogo poderia ter sido finalizado ainda no primeiro tempo com Fletcher, que deverá ser o anchor midfielder do time até que Hargreaves volte a jogar. O Birmingham não tem um time ruim. Cameron continua sendo um bom atacante e Lee Carsley é volante eficiente. Mas Scholes poderia ter aproveitado um pouco mais o espaço deixado por Barry Ferguson, que está na descendente da carreira. E eles deram sustos. Aquele do Benítez foi de prender a respiração. Foster salvou, mas teve momentos de insegurança. Como já vem sendo normal. Não deveria ser assim. Ele não é nenhuma garoto, já tem 26 anos.

Parece realmente que a temporada está nos pés de Wayne Rooney. O time vai precisar se reinventar agora sem Ronaldo. Wazza é um grandíssimo jogador, mas tem um histórico de passar alguns jogos sem pegar na bola a cada temporada. Nessas partidas, alguém terá de aparecer para decidir. Mas pelo menos na primeira rodada, grande parte do que os Reds fizeram de bom saíram dos seus pés. Ou de sua cabeça.

Nem Macheda nem Welbeck no banco de novo? A única explicação que encontro é o medo de Ferguson de ter problemas defensivos no que se refere a lesões. Justificado, já que ele teve de colocar Brown e Giggs no meio para poupar o ombro contundido de Nani.

Owen entrou no final. O que eu gosto nesse começo dele em Old Trafford é que, mesmo não tendo mais a explosão muscular na arrancada, é inteligente para observar a linha dos zagueiros e não ficar impedido. Mas ele vem apresentando o péssimo hábito de sair na cara do gol e acertar o goleiro.

Não adianta. Eu já escrevi aqui e vou repetir. Não há como qualquer equipe de futebol perder um jogador como Cristiano Ronaldo e manter o mesmo níel no início. Sir Alex está reinventado o Manchester United. De novo. Teremos de ter paciência. E olhe que, mesmo assim, o time já ganhou a primeira.

Como sempre. Are you watching Merseyside?

Anúncios

4 Respostas para “Match report: Manchester United 1-0 Birmingham (EPL, 16/8/2009, Old Trafford)

  1. Estou sem palavras para a atuação do Rooney, jogou muito! Ele deu dois excelentes chutes de fora da área que não fossem as grandes defesas do Hart ele teria feito o hat-trick. Vale destacar também a importância dele na criação das jogadas, sempre voltando para dar o apoio ao ataque. Também gostei da atuação do Valencia, achei que ele foi bem na estréia, e a tendência é melhorar. O Fletcher foi outro que também foi bem no jogo, e será fundamental nessa temporada novamente.

  2. Jogamos bem, com alguns sustos, mas podiamos ter ganho o jogo por mais. Achei que o Owen fosse balançar a rede naquela bola no final do jogo, seria muito bom para ele começar fazendo gol, ainda mais em Old Trafford.
    O Rooney naquela posição não tem erro, até de cabeça ele é perigoso.

  3. Rumo ao tetraa!!!

    Are you watching Merseyside? [2]

  4. Assista esse jogo na integra http://manunitedfanbrasil.blogspot.com/ e baixe a partida!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s