Posição por posição

Well, well, well… agora que sabemos qual é o squad para a próxima temporada é possível fazer algumas suposições mais embasadas na realidade, posição por posição.

Goleiro

Esta deverá ser a última temporada de Edwin Van der Sar. Um goleiro que foi fundamental em 2007/2008 e que teve altos e baixos na última. Entre dezembro e fevereiro, por exemplo, foi excelente. Mas não conseguiu ser constante. Claro que não foi uma falha escandalosa, mas o chute de Eto’o no primeiro gol do Barcelona em Roma era uma bola que poderia ter sido defendida. Mesmo assim, é acima da média. A aposta declarada de Ferguson para o futuro é Ben Foster. Ele deverá receber ainda mais oportunidades em 2009/2010 para provar que pode assumir a posição.

Laterais

Na direita, Gary Neville deverá ter uma função apenas marginal no que deve ser a última temporada de uma gloriosa carreira. A briga pela posição deverá ser entre Wes Brown e John O’Shea. Em condições normais, Brown é o titular. Rafael terá mais oportunidades para impressionar e mostrar que é o futuro da posição do Manchester United. Mas são jogadores que oferecem muitas possibilidades para Sir Alex. À exceção de Rafael, todos jogam no miolo da zaga. O’Shea então, atua em todas as quatro posições de defesa e ainda de volante.

Ele deverá ser também o backup para Patrice Evra, que não repetiu na última temporada o desempenho de melhor left back do futebol europeu em 2007/2008. Mesmo assim, é titular absoluto. Fabio poderá ter um run em jogos da Carling Cup para mostrar seu potencial. Eckersley e deLaet são jogadores que merecem serem observados.

Zaga

Nemanja Vidic e Rio Ferdinand continuam sendo a mais sólida e segura dupla de zaga do futebol mundial. Rio é o melhor em sua posição no planeta, cada vez mais maduro e o líder da equipe. Minha preocupação é Nemanja para as próximas temporadas. Lembrem-se de que sua mulher não gosta da vida em Manchester. E quando elas começam a reclamar e reclamar e reclamar… sai debaixo.

A não ser que aconteça uma injury crisis de major proportions, não há muito com o que se preocupar na zaga. O primeiro reserva é Jonny Evans, que na temporada passada mostrou ser muito confiável. Se houver necessidade, Brown pode ser recolocado em sua posição de origem.

Meias

Michael Carrick é o coração e alma do meio de campo do Manchester United. Livre de lesões, ele é titular absoluto. Poderia fazer uma grande dupla com Hargreaves, se este não estivesse lesionado. O quanto Scholes ainda será efetivo é realmente uma questão a ser levada em conta. Por isso é que Darren Fletcher (ah, se ele tivesse jogado em Roma…) será fundamental como anchor midfielder, uma função que também pode ser exercida por Darron Gibson. Jogador que, nas palavras de Ferguson, está muito próximo de ser um ‘first team player’.

Para Anderson, é make or break. Excelente na primeira temporada, foi uma decepção na segunda. Sua atuação contra o Barcelona foi abaixo da crítica. Em seu terceiro ano, terá que provar o talento que tem.

Wingers

Como você repõe a perda do melhor jogador do mundo, que nas duas últimas temporadas marcou mais de 70 gols para o seu time?

Resposta: não repõe. Tenta arrumar uma maneira diferente de atuar e se conforme que, no início, vai ter problemas.

E aqui começam as dúvidas. Tanto que Sir Alex pode usar em definitivo o 4-3-3 para não ter que usar wingers. A opção mais segura por qualquer um dos lados é Park. Incansável, joga para o time e é eficiente, contanto que não se espere dele o brilho individual. Há Giggs pelo lado esquerdo. Seu passe e visão de jogo ainda são second to none na Premier League. Mas evidentemente ele não tem mais aquela velocidade absurda.

Valencia deve ser titular desde o primeiro momento porque oferece velocidade, drible e bons cruzamentos, algo que pode ser precioso principalmente enquanto o time pós-Ronaldo estiver se entrosando.

Para Nani, vale o mesmo raciocínio de Anderson. É make or break. Joga bem ou vai procurar outro clube.

Obertan é uma incógnita. Tosic é a esperança. Pelos reservas, na temporada passada, foi muito bem. E ainda por cima é excelente nas cobranças de falta.

Ataque

Tudo o que precisamos saber sobre o ataque do Manchester United na era pós-Ronaldo e pós-Tevez se resume a um nome.

Wayne Rooney.

O sucesso do United passa por Wazza jogando bem, livre de contusões e assumindo a responsabilidade que ele já mostrou que é capaz de carregar.

Em escala menor, a equipe precisará muito de mais presença de área de Dimitar Berbatov. Revendo o season review 2008/2009, chego à conclusão de que sua contribuição para o time foi underrated. Seus passes são excepcionais.

Michael Owen? 30 jogos e 12 gols acho que é um número de bom tamanho para alguém que vai substituir Carlos Tevez, que resolveu jogar por uma equipe ainda menor que o West Ham. Eu nem vou escrever mais nada porque, acreditem… estou fazendo uma força danada para acreditar no novo camisa 7.

Não coloquem muito peso nos ombros de Macheda e Welbeck. Eles deverão ter chances. Mas esporadicamente. São muito jovens para carregar nos ombros a obrigação de fazer os gols do Manchester United.

Anúncios

8 Respostas para “Posição por posição

  1. Concordo e muito com o que vc escreveu.
    deLaet pra mim deve crescer muito, acho tbm que se a zaga titular continuar em alto nivel o Evans tem só a crescer com a vivencia. Espero que Rafael continue na crescente fase. Eu gostava muito do Berba nos Spurs mais no United eu fiquei meio irritado até, porém como vc falou olhando o review dessa temporada mostra o quanto ele foi importante.
    Ahhh. e como já tinha dito acredito muito no Owen e acho que a camisa 7, por ser a camisa mais ”pesada” que ele irá vestir em sua até agora decepcionante carreira, será uma especie de empurrão do Fergie pra demonstrar ainda mais o tamanho da aposta no futebol dele.

  2. Concordo também, principalmente no que você diz a respeito de Wayne Rooney.
    Essa é a temporada dele ( se jogar como atacante, nao como winger).
    Gosto muito do time com ele. É rapido, sabe proteger a bola, sabe chutar, etc.
    Duas coisas que eu gosto a mais:
    1º dá a vida pela posse de bola.
    2º fico de cara com a precisão dos passes dele, não sei se tudo mundo ve isso, quando ele inverte uma jogada com uma precisão de Paul Scholes.

  3. JEKSON FARIAS-MACEIO/AL

    PARCEIRO DE TODOS OS SITES QUE EU VISITO A RESPEITO DO NOSSO AMADO UNITED,VC É QUEM SABE MELHOR EXPRESSAR E EXPLICAR TUDO O QUE PROVAVELMENTE IRÁ ACONTECER NA TEMPORADA!!!ESPERO QUE O SIR.ALEX ESTEJA SÓ BLEFANDO E AINDA CONTRATE ,MAIS SE NÃO, TEMOS TIME O SUFICIENTE PRA BRIGAR POR TITULOS!!!
    ABRAÇOS AMIGOS

  4. Cara, tenho certeza que o Wayne Rooney vai assumir a responsabilidade como nosso key player e fazer a sua melhor temporada no United, Nani e Anderson vão se firmar definitivamente, Owen vai mostrar que merece usar a 7, e o Tosic vai surpreender muito.

  5. É torcer, porque esse ano acho que é o mais duvidoso dos últimos tempos.

    E o sucesso do United nesta temporada se resume em quatro grandes alicerces: Van der Sar, Vidic, Valencia, e principalmente, Rooney.

  6. vai da certo.. owen e rooney ja jogaram juntos mtas vezes pela seleçao acreditem.. c o owen for resistente acredito ki o s medicos do united vao deichar ele bem forte para a temporada pq ele e bom e com rooney so nao joga qm nao qr acredito q vai da certo

  7. Eu SEMPRE axei Rooney o atacante mais Completo Do Mundo !!!

    agora é a vez dele de mostrar serviço, e tenhu certeza que ele consegue !! Vamo ter confiança Gemte!! Vamo que vamo ROonney !!

    We all Follow Man United!

  8. Fomos campeões varios Anos Sem CR7,naum é agora que vamos perder este legado !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s