Match report: Wigan 1-2 Manchester United (EPL, 13/5/2009, JJB Stadium)

Alguém mais viu o jogo hoje pelo Ustream da Fox Sports argentina? O locutor cantava na hora dos gols! Bizarro demais. Mas o que valeu foi a entrada de Carlos Tevez, “el delantero del pueblo”.

Ou o Manchester United não tem dinheiro para comprá-lo e Ferguson está fazendo mind games numa tentativa desesperada para reduzir o preço ou o clube está cometendo um dos maiores erros de board management de sua história. Porque se havia o interesse e a intenção de manter Carlitos em Old Trafford, por que não pagar os 20 milhões de libras enquanto o United tinha a preferência para comprá-lo? Era dar os pounds e acabou. Agora, a cada gol, ele se valoriza cada vez mais.

Depois do jogo, Ferguson disse que David Gill se reuniu com Kia Joorabchian e fez uma oferta por Carlitos. O que Kia diz não ser verdade.

Mas que se faça justiça a Berbatov. Ele teve uma excelente partida hoje. Segurou a bola, criou espaços para passes e foi excelente arranjador de jogadas para Rooney e Ronaldo. O que é estranho para um atacante, mas hey… Rooney está jogando de left winger, remember?

Era para o United ter aberto o placar. Wazza e Carrick tiveram duas grandes chances para marcar. Os donos da casa ameaçavam no contra-ataque. E gosto de Steve Bruce como técnico. É só ver o trabalho que fez em times de pouca expressão.

Eu não creio que foi falha de Vidic no gol de Rodallega. Na verdade, foi uma bizarrice aquilo. O colombiano deu uma gigantesca sorte porque a bola caiu no seu pé para finalizar.

O empate poderia ter saído no intervalo, embora o Wigan tenha marcado bem, com entrega e eficiência.

Parecia que tudo estava reservado para a entrada do Delantero del Pueblo. No espaço de quatro minutos, igualou tudo em um toque de chaleira genial. Por prudência, não correu com as mãos em forma de concha nas orelhas e perto de Sir Alex. Mas de novo o grito de “Fergie Fergie sign him on” foi ouvido. A diferença de Tevez é que ele parece genuinamente se importar com o que está acontecendo em campo. Por isso faz uma parceria tão boa com Rooney.

Rob Styles também abusou da paciência. Ignorou faltas e um pênalti em Ronaldo.

Imagine o torcedor do Liv*****l. Villa, Spurs, Wigan… far away, so close. Eles com aquela alegria pela derrota parcial do United e ao mesmo tempo o medo de que a situação pode mudar a qualquer instante.

Foi o que aconteceu. Carrick com passe de John O’Shea. Another comeback, one point to the title.

Vamos fazer a festa sábado em Old Trafford, shall we?

Impagável a mensagem de um scouse no 606 da BBC após o gol de Carrick.

“United rub salt in Liverpool wounds again! First they came from behind against Villa, then Spurs, now Wigan – sometimes I think they do it on purpose”.

Oh, yes. We do it on purpose, scum!

TEXTO ORIGINAL BRAZILIAN RED DEVILS. FAVOR NÃO REPRODUZIR SEM A AUTORIZAÇÃO DO AUTOR.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s