Match report: Fulham 2-0 Manchester United (EPL, Craven Cottage, 21/3/2009)

Always look on the bright side of life. Se possível…

A boa notícia é que no próximo final de semana não tem rodada da Premier League. Isso significa que Ferguson terá sete dias extras para arrumar a casa antes do jogo que virou decisão contra o Aston Villa. Que aliás, enfrenta amanhã o L*******l. Bem que poderia nos fazer um favor… como os Spurs fizeram hoje.

Acho que desde o primeiro tempo contra o Lille, pela Champions de 2005 eu não vejo 45 minutos tão ruins do United. Achei estranha a escalação, mas não teve nada a ver com isso. Giggs, que tem sido soberbo toda a temporada, foi péssimo na etapa inicial. Errou todos os passes e jogadas que tentou. Mas seria injustiça crucificá-lo. Todo mundo foi muito mal.

Desde a final da Carling Cup, Evra é outro jogador. Rotineiramente é apanhado fora de posição pelo adversário.

Eu preferia que Scholes tivesse deixado a bola entrar mesmo que estivesse valendo dois gols para o Fulham. Com 11 contra 11, seria outra partida no segundo tempo. Como foi. O United esteve longe de ser brilhante também, mas pelo menos incomodou. Mesmo assim, faltou espírito de matador em campo.

Ronaldo jogou mal. Ele foi caçado, claro. Mas já está na hora de se acostumar com isso.

Scholes fora provavelmente por três partidas, Berbatov sentindo tornozelo, Rooney suspenso por talvez mais de um jogo… one of those days.

O turning point poderia ter sido o lance que Park e Rooney desperdiçaram duas chances na mesma jogada. A bem da verdade, Schwarzer salvou.

Cansei… não estou mais com vontade de escrever sobre esta @#%$#%¨$ de jogo.

Vamos todos torcer pelo Villa amanhã, shall we?

TEXTO ORIGINAL BRAZILIAN RED DEVILS. NÃO REPRODUZIR SEM AUTORIZAÇÃO DO BLOG

Anúncios

4 Respostas para “Match report: Fulham 2-0 Manchester United (EPL, Craven Cottage, 21/3/2009)

  1. Inferno astral.

    Péssima atuação do United. Outra. Definitivamente o momento não é nada propício. Período em que nada dá certo. Mas uma hora a maré vira, tenho consciência disso. Futebol é assim mesmo, assim como a vida. Já não dizia o poeta que “futebol é a vida em 90 minutos”?

    No segundo tempo o time até esboçou alguma reação e mereceu fazer pelo menos um gol, mas ficou só no quase mesmo. Mas no geral o Fulham foi melhor e mereceu a vitória. Scholes agiu por reflexo e acabou prejudicando demais o time. Jogar com um a menos antes da metade do primeiro tempo é complicado.

    Só não deu pra entender Rooney (que entrou no segundo tempo) e Carrick no banco, que são ao lado de Vidic o diferencial na temporada. Mestre Ferguson tem suas razões. Quem sou eu pra contestar alguma coisa? O cara tem de carreira como técnico o que eu tenho de idade. O número de títulos tb é quase o mesmo.

    Menos mal que o Chelsea tb perdeu pro Tottenham. Amanhã o Liverpool tem a chance de entrar de vez na briga pelo título vencendo o Aston Villa, que literalmente está despencando pelas tabelas.

    Sei que é muito improvável uma derrota do Liverpool nas atuais condições, mas vou torcer fervorosamente pelo simpático time de Birmingham. Mas uma hora a maré vira. Ainda tem muito jogo pela frente.

    Uma dúvida: se no final da semana que vem não tem rodada da Premier, o que teremos? FA CUP é só em 18 e 19 de abril.

  2. Realmente a fase é ruim. Até arbitro fazendo merda. Mas fim de semana próximo teremos eliminatórias?

  3. Simplesmente patético…

    O time não jogou praticamente nada no primeiro tempo, não fez uma boa jogada. E o Scholes ainda se apavorou e conseguiu fazer a cagada que originou o pênalti e a sua expulsão, o que já deixava tudo ainda pior… Depois do 1×0 no placar, o Fulham é quem cresceu no jogou, partiu para cima e teve boas oportunidades, já do lado do Manchester, eram raras, na verdade nem me lembro de algum lance extremamente interessante que poderia ter sido gol na primeira etapa…

    No segundo tempo, as coisas mudaram um pouco. Mas mudaram por causa do resultado do primeiro, o United partiu pra cima e o Fulham feliz da vida com o placar colocou 09 jogadores atrás da linha do meio-campo para segurar o resultado. Da mesma forma, o Manchester partiu com 9 jogadores, e dos 50 aos 75 minutos do segundo tempo foi uma pressão infernal, o melhor momento do United na partida, porém o gol não saiu. Toda a porção de sorte que tínhamos na semana, foi gasta ontem com o sorteio da Champions League. Para piorar, perdemos também o Rooney, expulso depois que o jogo já estava definido.

    E um belo gol do Z. Gera, no contra-ataque, definiram a partida.

    Menos mal, que o Chelsea também perdeu e amanhã não dá para perder Aston Villa x Liverpool, vou ter de “secar”…

  4. 5×0 … …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s