Match report: Manchester United 1-4 Liverpool (EPL, Old Trafford, 14/3/2009)

Se tem que escrever sobre essa tragédia, vamos nos livrar logo disso.

Sir Alex Ferguson disse depois do jogo que o Manchester United foi o melhor time em campo, apesar do placar. I beg to differ, boss. O United é mais time que Li******l. Mas hoje não foi.

A defesa é a maior virtude desta equipe e seu melhor jogador (o melhor da temporada na Inglaterra) é Nemanja Vidic. Que errou em dois gols deles. Aliás, nos dois jogos da Premier League, marcaram seis gols em Van der Sar. Cinco foram presentes. O outro foi de pênalti.

Mas eu acho que é preciso ressalta alguns detalhes. Não tudo. Ainda estou sem paciência. Quando for ver o Match of the Day amanhã, nem sei se vou querer assistir aos gols.

É muito fácil, porém correto, dizer que a defesa jogou muito mal. Mas o meio-de-campo marcou pouco e mal. Anderson parece sofrer da síndrome do segundo ano. Vem atuando abaixo da crítica desde que sofreu a lesão. O que ele tinha de ser para o United, Mascherano foi para Li******l.  Wayne Rooney passou o jogo aberto pelo lado esquerdo, o que tira muito do seu poder de contribuir para o ataque.

Achei que Ronaldo jogou bem na quarta-feira. Hoje foi anônimo. Rafa Benítez colocou Fábio Aurélio e mais um para vigiá-lo. Porém, quando percebeu que o português não estava em um bom dia, virou marcação individual mesmo.

Começou tudo tão bem com o gol o pênalti sobre Park Ji-Sung…

Quando Ronaldo colocou a bola na rede, automaticamente pensei: “ganhamos o campeonato… 18 a 18”.

Mas aí começou a tragédia.

Ainda por cima, Ferguson deu azar. Não houve tempo para as mudanças que fez no time surtirem efeito. Scholes, Giggs e Berbatov entraram e no minuto seguinte Vidic foi expulso e eles fizeram 3 a 1. Aí era game over.

Nice foi ouvir o “We’ll never die, we’ll never die” ecoando em Old Trafford depois do terceiro gol.

É basicamente isso. Ainda quatro pontos de vantagem e one game in hand. Como cantou a torcida no apito final: “FUCK ALL… WE’RE GONNA WIN FUCK ALL”.

Believe!

TEXTO ORIGINAL BRAZILIAN RED DEVILS. FAVOR NÃO REPRODUZIR SEM A AUTORIZAÇÃO DO BLOG.

Anúncios

5 Respostas para “Match report: Manchester United 1-4 Liverpool (EPL, Old Trafford, 14/3/2009)

  1. Don´t worry about this. The League is ours anyway. Foi só pra dar um pouquinho a mais de emoção ao campeonato, apenas adiando o inevitável. Todo jogador tem direito a jogar mal uma partida na vida.
    Mas talvez tenhamos perdido porque eu não vi o jogo.

  2. Tem dias em que nada dá certo. Aí não adianta.

    Vidic, que hoje é o melhor zagueiro do futebol mundial, teve uma atuação desastrosa. O time inteiro foi mal, mas o sérvio superou todos em larga escala. Um dia acontece. Mas ele tem crédito. E muito.

    Podem achar que estou maluco, mas penso que derrotas como essa podem surtir um efeito positivo na sequência da temporada.

    Estava achando o United com um excesso de auto-confiança que só atrapalha. A imprensa mundial colabora taxando-o muitas vezes como um time imbatível, e isso nunca existiu e nunca vai existir.

    Ontem, eles viram que podem perder, que têm um limite, como qualquer um. Sentiram (assim como todos os Red Devils) o gosto amargo de uma derrota nessas condições para o maior rival.

    Se souberem assimilar o que aconteceu, analisando os próprios erros e a postura que levou a isso, os adversários tem muito a temer para o restante da temporada.

    A questão agora é não se abalar psicologicamente e seguir em frente. Tem muito jogo pela frente pra apagar essa imagem ruim que ficou. Eu acredito no trabalho de Alex Ferguson (como se ele precisasse provar alguma coisa). Eu acredito na força deste excelente elenco e no que eles podem fazer (como se eles tb precisassem provar alguma coisa). Ainda estamos na liderança.

    Talvez estivesse faltando alguma coisa pra esse time começar a jogar com sangue nos olhos.

    Aliás, não é nesses momentos em que o United mostra sua força? A história já nos provou isso diversas vezes.

    E querem saber? Quero o Liverpool nas quartas da UCL, pra mostrar do que relamente somos feitos.

    Vem mais por aí.

  3. É Darley, você resumiu o meu pensamento diante do resultado desse jogo… Foi exatamente o que eu disse pra minha namorada quando assistíamos ao jogo, e o placar recém marcava 3×1..

  4. É isso aí Guilherme. Sempre tive o maior orgulho de torcer pra esse time, e não é uma derrota com um placar enganoso (sim, porque o placar não refletiu o que foi realmente o jogo) que vai mudar isso. Alguma coisa me diz que agora veremos o verdadeiro United. O duro é ter que esperar a semana inteira pro próximo jogo, contra o Fulham em Craven Cottage. E nesta sexta-feira tem o sorteio da UCL. Por favor meu Deus, faça o Liverpool cruzar novamente nosso caminho.

  5. É Darley.. eu acho que só temos a ganhar daq89 -ra frente após essa derrota, e algo me faz acreditar que o Liverpool cruzará o nosso caminho na UCL… Torço muito por isso, antes eu queria o Barcelona, agora quero o Liverpool, quem sabe não enfrentamos um após o outro?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s