Match report: Manchester United 3-0 Live****l (EPL, Old Trafford, 23/3/2008)

 Wes Brown beats the stranded Reina to the ball to head United ahead

Nani celebrates scoring United's third

Foi difícil.

Não, não me refiro ao Live****l. Foi complicado para ver o jogo.

Estava em São Paulo, na casa dos sogros, onde não há TV a cabo. Acordei cedo no domingo… quer dizer, na verdade pouco dormi. Depois de seis pints no Finnegans, só deu tempo para cochilar na madrugada. Com as Guinness na cabeça, fui ao encontro da lan house onde assisto os jogos quando estou na paulicéia.

Quando cheguei lá… fechada.

“F… e agora?”

Saí correndo em busca de outro local. Encontrei quando faltavam 15 minutos para começar. Instalei rapidamente os programas e rezei para encontrar um streaming decente. Sinal de que tudo correria bem: achei um canal com transmissão ininterrupta durante os 90 minutos. Mas em árabe!

A vantagem foi que o som ambiente estava muito alto. Quase perfeito.

Mais uma vez Fergie apostou no 4-5-1 com Tevez no banco e Carrick-Scholes-Anderson no meio. Eu continuo achando que a forma ideal do Manchester United jogar é no 4-4-2, mas é inegável que a fórmula está funcionando. A cada partida, a equipe cria uma tonelada de chances. E isso sempre é bom. Mas está com alto índice de erros nas finalizações. E isso sempre é ruim.

 Mas não era uma partida comum. Era o maior clássico do futebol inglês. Grannystabbers embalados e com Rafa desafiando que não estavam fora da disputa do título.

Yeah, right.

A partida foi no caminho do United pela competência dos Reds e pelas bobagens dos visitantes. Mascherano era o melhor em campo quando foi expulso. Justamente, aliás. Mais de dez minutos antes eu já tinha observado que o argentino estava pedindo para ser expulso. Talvez ele não tivesse recebido o vermelho por reclamação, não fosse a polêmica de Ashley Cole com Mark Riley durante a semana. Mas o dissent se tornou quase uma questão política na Inglaterra e óbvio que Mascherano receberia o vermelho.

Mas mesmo antes disso, o Man United era o melhor time. Rooney poderia facilmente ter aberto o placar duas vezes. E Pepe Reyna falhou no gol de Wes Brown (assim como saiu mal no gol de Ronaldo). Não há o que reclamar.

Vocês não têm idéia como é difícil comemorar discretamente quase se está em local público. Se estivesse em casa, teria colocado o prédio no chão. Mas tive que tentar me comportar. Pelos olhares que recebi, acho que falhei. Mas… who cares? I don’t!

Foi divertido ver metade de Rio Ferdinand anulando completamente Fernando Torres. Imagina o que o zagueiro não faria se estivesse 100%. 

Teria sido uma sonora goleada se o time tivesse pelo menos aproveitado as grandes chances que teve para marcar. Ronaldo fez um, acertou a trave no primeiro tempo e ainda perdeu duas oportunidades escandalosas. Rooney (que jogou demais… o man of the match) poderia ter obtido o hat-trick.

Vale a pena ressaltar também Scholes e Carrick. Foi uma vintage performance de Scholesy. Controlou o meio-de-campo com autoridade, distribuiu o jogo e inverteu bolas. E Carrick soube proteger a zaga (é verdade que teve o trabalho facilitado no segundo tempo), mas mesmo contra Gerrard atuando como volante, venceu o duelo. Bela partida.

 Houve uma discussão na semana passada nas listas de torcedores sobre os volantes que deveriam ser titulares. Houve quem defendeu que o primeiro nome na escalação deveria ser o de Carrick. Se Sir Alex seguir optando pelo 4-5-1, parece claro que a opção está definida. Apenas Hargreaves poderia entrar nessa equação.

Não tenho gostado de Anderson nas últimas partidas. Especialmente hoje, errou muitos passes, pareceu até desligado em alguns momentos. Mas ninguém duvida de que é um meia destinado a ser titular em Old Trafford.

E que já pode conquistar a Premier League. Cinco pontos de vantagem sobre CSKA Chelski, sete jogos para acabar. É só manter a compostura para repetir a dose da temporada passada.

Foi um sacrifício de Páscoa que valeu a pena!

Anúncios

3 Respostas para “Match report: Manchester United 3-0 Live****l (EPL, Old Trafford, 23/3/2008)

  1. Não sei porque o Tevez não é titular, ele junto com o Roney e o Ronaldo formam o melhor ataque do mundo!
    Acordo Ferguson!!!

  2. Que jogo do United. Maravilhoso resultado, e na páscoa quem recebeu um chocolate foi o LiverFool.

    Rooney Man of the Match e Nani arrebentando tudo!

    C’Mon United!

  3. Excelente partida dos Red Devils. Cara, como é bom ganhar desse time. VAI TOMANDO LIVERPOOL. Poderia ter sido de mais, se o United não desperdiçasse tantos gols. Esse fato de criar e não marcar é preocupante. Alguém viu o Torres em campo? Eu não. Foi completamente anulado por Ferdinand, que atuou muito bem, mesmo não estando em suas melhores condições físicas. E alguns ainda dizem que o zagueiro é sobrevalorizado e não joga nem a metade do que vale. Trata-se de um excelente zagueiro, bom tecnicamente, rápido, e excelente nas jogadas aéreas. Rooney, mesmo não marcando e errando alguns gols feitos, jogou muito bem, dando passes espetaculares e ainda ajudando na marcação. Por isso é que ele é ídolo da torcida, a raça desse cara é impressionante. Scholes teve excelente atuação, acertando todos os passes e tomando conta do meio de campo. Carrick a mesma coisa, não dá pra deixar esse cara no banco, com ele em campo o United é outro. Ronaldo jogou pro gasto e deixou o seu, como de costume. Méritos também de Ferguson, que soube enxergar o jogo e promoveu mudanças num momento em que o time era pressionado. A partir das entradas de Tevez e Nani, o Manchester partiu novamente pra cima e definiu o jogo. Sabe pouco o escocês… Em relação ao Arsenal, parece que eles sentem o peso do acúmulo de jogos, pois a inexistência de boas peças de reposição desgasta muito o time titular. A queda de rendimento de seus principais jogadores é visível. No momento, acho que o Chelsea oferece mais perigo e merece maior atenção. Mas o título está nas mãos do United, é só manter esse pique. MANCHESTER THE RELIGION.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s